CBF deve fazer testes em jogadores como forma de estudo para prevenção do coronavírus

Nenhum comentário
(Foto: Lucas Figueredo/CBF)

Por Redação Blog do Esporte


A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) deve realizar nos próximos dias testes em jogadores, familiares dos atletas que moram na mesma residência e estafe, de 180 clubes pelo país, entre as séries A e D, além dos 52 times do futebol feminino. Os testes serão feitos pela Confederação e enviados ao Ministério da Saúde.

Os testes têm dois objetivos: identificar os anticorpos IgG e IgM, siglas que classificam o nível de infecção ou imunização dos pacientes, além da condição do atleta. O outro objetivo é realizar um estudo de prevalência setorial, ou seja, formar uma base epidemiológica de um grupo determinado, no caso dos atletas.

Proteção

A CBF quer proteger os jogadores sem afetar outros setores, mesmo com as precauções de contato com o vírus. Outro objetivo é perceber o comportamento do vírus, ainda muito desconhecido pela ciência mundial. O teste também ajudará na busca por novos kits para diagnósticos, Hoje, 17 laboratórios no país são credenciados pela Anvisa para vender os kits.

Como irá funcionar esta ação?

Os médicos de cada clube enviarão formulários, com registro de login e senha para preencher diretamente no sistema interno da CBF, todas as informações possíveis dos jogadores, como dados pessoais completos, além de descrição e sintomas, tipo de teste realizado, o resultado e a evolução do paciente.

Alguns estados estão destacando a “fase de acompanhamento”, pois estes 180 times estão em mais de 100 municípios em território nacional, o que engloba muitas realidades. A ideia é mapear a situação do vírus em todos os estados pesquisados.


Nenhum comentário

Postar um comentário