Respiração oral é fundamental para o desempenho de nadadores

Nenhum comentário
(Foto: Divulgação)


Independente do tipo ou grau de experiência na natação, a respiração é o motor que impulsiona o esforço físico, portanto o domínio do atleta sobre a técnica é fundamental. O aspecto, tanto em treino quanto em competição, é muitas vezes menosprezado, já que respirar é julgado como ato natural e inconsciente. 

De acordo com a médica otorrinolaringologista Milena Costa, “Os pulmões se adaptam de acordo com a prática esportiva. Conforme a necessidade aumenta, elevamos também a nossa frequência respiratória. Fenômeno que permite maior entrada de oxigênio e saída de dióxido de carbono”.

No caso da natação, há uma inversão total da mecânica respiratória terrestre: é necessário inspirar rapidamente pela boca e expirar lentamente pelo nariz. “A expiração demora até duas ou três vezes mais do que inspirar, pois esvazia completamente o ar dos pulmões, tornando a inspiração seguinte mais eficiente”, explica Milena.

Outro aspecto que faz com que a respiração na água seja diferente é a coordenação entre os movimentos e a respiração. Seja para nado peito, crawl, borboleta ou costas, a expiração e a inspiração devem ser sincronizadas com os movimentos de braços e pernas, podendo influenciar não só na técnica de nado, mas também no equilíbrio e alinhamento do corpo durante a prática, na propulsão e esforço muscular, e também na hidrodinâmica e resistência da água.

Questões como falta de ar e câimbras também se interligam com a má respiração. Segundo a Dra., “Respirar mal influencia no sistema circulatório. A falta de ar ocorre quando não conseguimos estocar uma quantidade suficiente de sangue oxigenado para executar as funções. Além disso, a baixa oxigenação sanguínea, também conhecida como hipóxia,  pode resultar em câimbras e lesões inflamatórias, já que há um desequilíbrio entre as necessidades de oxigênio dos tecidos e o fornecimento do mesmo”.

Exercícios específicos ensinam o atleta a respirar de forma mais eficiente, rápida e profunda enquanto nada, consequentemente, melhorar sua performance durante o nado, na fase de preparação para aquecimento e também na recuperação após a atividade. 

A respiração é fundamental no desempenho do atleta e, ao sentir qualquer desconforto nasal durante a prática de um exercício físico é necessário procurar um otorrinolaringologista. 


Nenhum comentário

Postar um comentário