Bebê não resiste e morre após mãe receber à força substância abortiva do próprio namorado

Nenhum comentário
   Foto ilustrativa


A jovem de 21 anos perdeu o bebê nesta quarta-feira (19), dois dias após seu namorado médico, 36 anos, injetar sem consentimento uma substância abortiva. O crime aconteceu em Ariquemes, Rondônia.


O suspeito tinha oferecido uma massagem na jovem, ela aceitou e em seguida foi surpreendida sendo amarrada pelas mãos com uma calcinha. De imediato, ele aplicou a substância , fazendo a vítima se desesperar e tentar revidar através da força física.


Segundo consta no boletim de ocorrência, o namorado a forçou cheirar outra substância que a fez desmaiar. E ao acordar momentos depois, ela viu o sangramento vaginal. Implorou por socorro, mas teve o pedido negado.


Saiba mais:

Cremero investiga caso de suposto médico que aplicou injeção para namorada abortar


Grávida acusa namorado médico de aplicar injeção abortiva após ida a motel, em RO

Depois de insistir, o acusado levou e deixou a jovem na casa de uma tia, onde esta a ajudou e a encaminhou rapidamente para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).


O delegado responsável pelo caso, Rodrigo Camargo, explica que: “Nesse momento não tenho como dizer qual era o vínculo afetivo entre o médico e essa gestante e se de fato o feto era ou não filho do médico. Para esclarecer isso deve ser realizado um exame de DNA”. O resultado do exame tem previsão para sair em 30 dias.


O acusado prestou depoimento, pagou uma fiança de 30 salários mínimos, mas foi solto em seguida. O Ministério Público recorreu da decisão e pediu prisão preventiva para o médico, que até dado momento está sendo analisado pela Justiça.


Nenhum comentário

Postar um comentário