Super Bowl gera interesse em 73% das pessoas, aponta estudo

Nenhum comentário
(Foto: Divulgação)


Um esporte tipicamente enraizado nas tradições dos Estados Unidos e que segue conquistando fãs no resto do mundo. A NFL, a principal liga de futebol americano, apaixona pessoas ao redor do globo e também no Brasil, onde milhares acompanham a temporada regular, os playoffs e, principalmente, o Super Bowl, a final do torneio. 

Disputado desde 1967, a partir do confronto entre os campeões das duas principais conferências da NFL (a NFC e a AFC), é o maior evento esportivo e de maior audiência televisiva dos EUA. Também apresenta a publicidade mais cara da televisão mundial com patrocinadores desembolsando fortunas para exibirem suas propagandas no intervalo da partida.

Com o jogo entre o Kansas City Chiefs e o San Francisco 49ers agendado para o próximo de final de semana, a Toluna, empresa fornecedora líder de insights do consumidor sob demanda, consultou 803 pessoas e quis saber quais são os pensamentos do público sobre o Super Bowl. 

Os números apurados mostram que 73% dos respondentes planeja assistir ao evento neste ano, com 38% deles assistindo tudo o que é possível sobre o torneio. 50% das pessoas disseram que vão assistir ao jogo em suas casas, sozinhas ou com a família.

Além disso, a pesquisa também quis saber qual dos dois times terão maior torcida no Brasil, e o resultado é bem equilibrado. O Chiefs conquistou um pequeno favoritismo, com 34,11% da preferência; 33,64% dos torcedores estará com o 49ers, e 32% se posiciona como neutra.

Entre outros hábitos, a pesquisa mostra que 90% ficam de olho no show do intervalo do Super Bowl, que sempre conta com a presença de grandes artistas internacionais - este ano o espetáculo será de Jennifer Lopez e Shakira. 

Marcas em jogo

A pesquisa também perguntou qual a marca mais ligada ao Super Bowl. As mais lembradas foram as de material esportivo: Nike e Adidas. Entre outros grandes nomes mencionados espontaneamente estão Coca-Cola, Budweiser, Pepsi, Red Bull e Gatorade. Além disso, a ESPN, emissora de TV que transmite o jogo no Brasil, foi mencionada, assim como algumas equipes da NFL, como New England Patriots e Dallas Cowboys.

Link para o estudo: http://tolu.na/l/Fd42ZrL

* Pesquisa realizada entre 23 e 28 de janeiro de 2020 com 803 pessoas das classes A, B e C, segundo critério de classificação de classes utilizado pela Abep – Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa, onde pessoas da classe C2 tem renda média domiciliar de R$ 1.625 por mês. Estudo feito com pessoas acima de 18 anos, todas as regiões brasileiras, com 3% de margem de erro e 95% de margem de confiança.


Nenhum comentário

Postar um comentário