Após despedida em SP, corpo do cantor Juliano Cezar chega a terra natal em MG para velório

Nenhum comentário
Corpo saiu de Ribeirão Preto, cidade do interior de São Paulo onde Juliano morava, e seguiu para Passos, onde será sepultado. O corpo do cantor Juliano Cezar, vítima de um infarto fulminante durante um show nesta terça-feira (31), foi levado para Passos (MG). Após despedida dos amigos de Ribeirão Preto, cidade do interior de São Paulo onde vivia, o sertanejo foi levado para o Sul de Minas, onde nasceu.



Na terra natal, o velório acontece na sede da Câmara Municipal. O cantor de 58 anos morreu em um show em Uniflor, no norte do Paraná, na madrugada desta terça-feira. O corpo seguiu para Ribeirão Preto, onde chegou por volta das 14h, na Igreja Comunidade de Cristo.


A chegada do caixão aconteceu sob forte comoção dos presentes. O velório foi aberto inicialmente à família e aos amigos. Às 18h, a cerimônia foi aberta aos fãs. No telão, uma foto do sertanejo foi exibida.

Por volta das 21h30, Juliano foi levado para Passos, onde chegou às 23h40. O velório foi aberto em seguida para família e amigos.
A previsão é que o sepultamento aconteça às 13h no Cemitério Municipal de Passos.



Caixão com corpo de Juliano Cezar em velório de Ribeirão Preto (SP)

Morte de Juliano Cezar
Juliano Cezar morreu na madrugada desta terça, aos 58 anos, após sofrer um infarto fulminante enquanto fazia um show em Uniflor, no norte do Paraná. Um vídeo registrou o momento em que o músico cai no palco e é socorrido pela equipe de produção.



De acordo com o produtor Mauro Vasconcelos, o sertanejo chegou a ser socorrido em um posto médico próximo ao local do evento, onde recebeu massagem cardíaca e injeções de adrenalina por mais de uma hora e meia, mas não resistiu.

A Prefeitura de Passos decretou luto oficial de três dias. Amigos de Ribeirão Preto, onde o cantor vivia há mais de 25 anos, lamentaram a morte e ressaltaram a importância de Juliano Cezar para a projeção nacional de diversos artistas.



Sobrinho do artista, Luiz Felipe Melo Campos contou que a família recebeu a notícia da morte ainda durante a madrugada. “Ele se foi feliz, fazendo o que ele amava. Ele se foi cantando, uma coisa que ele gostava. Ele tinha amor por aquilo", afirmou.

O cantor era casado e não tinha filhos.


Biografia
Juliano tinha 33 anos de carreira e 14 álbuns, incluindo quatro DVDs.

O sertanejo começou a fazer sucesso ao cantar "Não Aprendi Dizer Adeus" e ganhou o Prêmio Sharp como "cantor revelação". Também foi indicado ao Grammy Latino com "Melhor Álbum Romântico".
O cowboy Juliano Cezar no palco Arena da Festa do Peão de Barretos 2017 — Foto: Mateus Rigola/G1/Arquivo


"Rumo a Goiânia", "Faz Ela Feliz", "Bem Aos Olhos da Lua" e "Cowboy Vagabundo" estão entre os sucessos de Juliano Cezar. Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
Fonte: G1

Curta a nossa página abaixo e compartilhe em suas redes sociais para que outras pessoas também leiam e conheçam o nosso trabalho. Obrigado!







Nenhum comentário

Postar um comentário