Ponto de Opinião: Flamengo revoluciona, mas devemos ter cuidado com o “extraordinário”

Nenhum comentário
(Foto: Reprodução)

Por Nicholas Araujo
Redação Blog do Esporte


Não é de hoje que vemos o Flamengo mostrar um futebol impecável dentro de campo. Não foi diferente na conquista da Libertadores, na suada vitória por 2 a 1 em cima do River Plate. No entanto, não vejo uma “grande revolução” com esse modo de jogar. Entenda minha lógica:

- Não iremos mudar o futebol brasileiro do dia para a noite por causa do Flamengo. Claro que o Rubro-Negro se tornou o time a ser batido, mas nem de longe isso vai criar um outro clima para o esporte no país. A mudança de estratégia e lógica dentro do futebol no Brasil precisa começar desde os grandes dirigentes até os jogadores dentro de campo. O Flamengo destoa dessa realidade, pelo menos em 2019.

- O Flamengo gastou muito com este elenco. Trouxe peças como Gabigol, Rafinha, Diego Alves, Filipe Luís, a maioria estava encostado em seus clubes e tiveram um bom entrosamento no Fla para chegar onde chegaram. Temos exemplo do Palmeiras que, mesmo não conquistando tantos títulos, era o time a ser batido até o ano passado. Hoje perdeu a qualidade e vai precisar ir ao mercado.

- O Flamengo não é o “melhor time de todos os tempos”. Acho que tivemos momentos na história do futebol brasileiro e não podemos desmerecê-las. Épocas como o Santos de Pelé, a Academia do Palmeiras, Tricampeonato Brasileiro do São Paulo, Mundial do Corinthians e Internacional, o Brasil vive momentos no futebol e agora é a vez do Flamengo. O exagero ao se falar deste Flamengo mostra como a imprensa esportiva é parcial e radical. É a grande fama de ir na "onda daquele que vence" e "menosprezar aquele que perde". Temos que ir com calma.

- É incontestável o futebol apresentado pelo clube carioca e suas conquistas no último fim de semana. Minha observação é que, na necessidade de ver uma mudança significativa no futebol brasileiro, nos agarramos nas primeiras esperanças. Jesus teve o melhor time em suas mãos, mesmo chegando no meio do ano e com o elenco quase pronto, soube comandar com categoria e levou e poderá levar o time ainda mais longe.

No entanto, nosso patriotismo e crença de que temos a melhor seleção do mundo tem que ser visto com cuidado. O Flamengo também possui estrangeiros em seu elenco e, por acaso do destino, temos o velho dilema de que o jogador com a camisa da seleção não rende o esperado. Por isso, vamos analisar até onde esse time vai chegar. O topo em 2019 é o Mundial, mas 2020 pode nos revelar ainda mais surpresas.


Nenhum comentário

Postar um comentário