Mais de 300 pessoas acampam na Câmara de Porto Velho contra falta de ônibus escolar

Nenhum comentário


Por conta da falta de transporte escolar, mais de 300 pessoas que saíram de União Bandeiras, Nova Califórnia, Vista Alegre do Abunã, Rio Pardo e Extrema se instalaram no estacionamento da Câmara de Porto Velho nesta segunda-feira (25). Os moradores também reivindicam a falta de infraestrutura da estradas.


Moradora de União Bandeirantes, a manifestante Neuza Piont pontou ainda que faltam médicos no posto de saúde da região.



"As crianças estão sem aulas. Queremos saber qual a posição do nosso prefeito para tentar resolver essa situação. Estamos abandonados em União Bandeirantes", disse.




Edwilson Negreiros, presidente da Câmara Municipal, se reuniu com representantes do grupo. Uma reunião para tratar das pendências apontadas pelos moradores foi marcada para a tarde desta segunda.



O debate está previsto para ocorrer na sede da Prefeitura de Porto Velho. Dezenove representantes do grupo em protesto foram escolhidos.


"Na última vez que estivemos reunidos, o prefeito estava ausente. Mas agora ele já se dispôs a receber todas as comissões. Temos uma reunião amanhã (terça-feira) com o governo de Rondônia, através do secretário da Educação (Seduc), Suamy Lacerda, aqui na Câmara, juntamente com o secretário Marcio Félix para discutir um plano de ação, para que tanto o município quanto o estado se envolva nessa questão para atender o calendário letivo de 2019".



"O mais importante de tudo é a compra definitiva dos ônibus. Acredito que a prefeitura assumindo como patrimônio próprio, acaba essa novela do transporte escolar", explicou Edwilson Negreiros.




Edwilson Negreiros complementou ainda que o assunto sobre a infraestrutura das estradas também entrará na pauta da reunião com o executivo local.


"Estou com um pauta dos moradores de União Bandeirantes, onde eles ressaltam o problema de infra-estrutura e já vou levar para o prefeito. Lá vamos pontuar cada caso e o prefeito vai determinar o que pode atender a comissão. Eles estão alojados aqui na câmara".


O presidente da Câmara Municipal informou que já houve uma reunião sobre o transporte escolar no dia 20 de novembro. A previsão inicial era de que o problema do transporte escolar começasse a ser resolvido na sexta-feira (29).



"Tínhamos na agenda pontuada e até com um documento assinado, um compromisso para resolver essa questão na próxima sexta-feira (29), mas com a decisão judicial que aconteceu na última quarta-feira (20), voltando para o estado, a prefeitura não tem mais esse compromisso", disse.


Edwilson Negreiros informou que na próxima quarta-feira (27) o prefeito Hildon Chaves se reunirá com o presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE) em Brasília, às 10h, para buscar suporte na resolução do caso do transportes escolares.





Fonte: G1


Nenhum comentário

Postar um comentário