Idoso de 64 anos ganha bolsa de estudos após fazer Enem pela 5ª vez em RO

Nenhum comentário
Agora, João Isaac realizará o sonho de cursar engenharia civil em 2020. Essa será a primeira graduação dele.






Uma semana depois de fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, João Isaac, de 64 anos, ganhou uma bolsa de estudos para ingressar em uma faculdade de Porto Velho. Ele sonha cursar engenharia civil.


A edição do Enem deste ano foi a quinta tentativa de João para ingressar em uma universidade. Com a bolsa, ele vai fazer a primeira faculdade aos 64 anos.


"Não tenho palavras para descrever o sentimento que me toma. Ganhei 100% da bolsa para fazer engenharia civil, a promessa que faço é que vou me dar 100% para fazer o meu melhor", garante.


O desejo de cursar engenharia civil, conta Isaac, surgiu após acompanhar a trajetória do filho, Clebson Vasconcelos, na faculdade de arquitetura e urbanismo. "Agora vou ficar ainda mais próximo do meu filho. A construção civil me fascina e vou poder trabalhar ao lado dele nos projetos".


O primeiro contato de João Isaac com a faculdade foi ao lado dos filhos Clebson Vasconcelos e Gracilene Vasconcelos.


"Mesmo tendo feito faculdade e hoje sendo professor, acompanhar meu pai pelos corredores da faculdade é algo extraordinário. A gente se emociona com ele", diz Clebson.




Os filhos do idoso fizeram questão de estar presentes no momento que, segundo eles, era esperado pela família por muito tempo. — Foto: Jheniffer Núbia/G1



Para Gracilene o pai é uma inspiração. "Ele nunca deixou de sonhar. Mesmo quando muitas das vezes a gente, da família, deixamos de acreditar, ele permaneceu firme e agora todos nós estamos vendo que quem acredita sempre alcança".




Tour pela faculdade


    Reitor da instituição levou João Isaac para conhecer as salas de aula, laboratórios,             biblioteca e professores da faculdade. — Foto: Jheniffer Núbia/G1



Antes de fazer a matrícula no curso de engenharia civil, o reitor da instituição levou João Isaac para conhecer as salas, laboratórios e professores do local.


"Nossa, é incrível o cheiro das salas de aula. Já consigo me imaginar estudando aqui. Eu não vou querer sair mais daqui. Vou fazer o meu melhor", diz João Isaac.


De acordo com o reitor, a procura de pessoas da terceira idade para ingressar na faculdade ainda é pequena."Não temos números exatos, mas não há uma procura significativa", conta.


    Momento da assinatura do reitor Aparício Carvalho — Foto: Jheniffer Núbia/G1




   João Isaac conheceu alguns professores da Instituição — Foto: Jheniffer Núbia/G1




Todos se emocionaram com o momento da leitura dos termos que assegurará a entrada de João Isaac na faculdade — Foto: Jheniffer Núbia/G1



    Primeiro contato de João Isaac com a sala de aula onde estudará — Foto: Jheniffer  Núbia/G1



Por Jheniffer Núbia, G1 RO




Nenhum comentário

Postar um comentário