Garra Corinthiana vence a Vila Ferroviária e conquista o Bi-Campeonato

Nenhum comentário
A aglomeração da Garra Corinthiana no campo do treze bem antes do jogo começar funcionou, e com um desfecho do jeito que seu torcedor adora: com sofrimento, suspense e gol de placa. Com o atacante Marco Canhoto e Fernandinho em dia inspirado o Garra derrotou o time sensação do campeonato o Vila Ferroviária por 2 a 0 onde se sagrou-se bicampeão.
O jogo
O jogo começou a todo vapor com as duas equipes disputando até arremesso lateral, as duas equipes tinham em seu elenco jogadores jovens e também experientes, a Vila Ferroviária contava com a experiência de seu capitão Marcelo e Bajara e apostava na juventude de seus meias e atacantes.
Já a Garra Corinthiana contava com a experiência de Marco Canhoto e Cabelo e apostava nos contra ataques sempre puxado por Fernandinho.O Vila Ferroviária começou pressionando e logo aos 5min Pedrinho comete falta desnecessária na lateral do campo, na cobrança a bola é levantada na área, Bajara se antecipa e desvia de cabeça tirando o grito de gol, mais o goleiro Peu bem posicionado faz ótima defesa.
O Vila Ferroviária começa a gostar do jogo e domina os 10 primeiros minutos.
Aos 11min Pedrinho leva cartão amarelo por reclamação, o time do Garra não se acha em campo parecia sentir a falta de seus dois volantes Rangel e Maranhão, até que aos 12min em uma cobrança de escanteio a bola chega até Marcos Canhoto que não perdoa e marca de cabeça 1 a 0 Garra, levando seus torcedores ao delírio.
O Vila Ferroviária sentiu o gol, com isso o Garra começa a ditar o ritmo da partida e aos 20min sempre ele Marcos Canhoto o atacante domina de costa pro zagueiro gira e bate por cima do gol tirando o grito de gol de sua torcida.
O Garra cresce no jogo mais aos 35min o centroavante do Vila Ferroviária Picolé invadi a grande área disputa a bola com os zagueiro e chuta cruzado a bola passa sobre o gol mais ninguém chega pra finalizar o Vila Ferroviária perde a chance clara do empate.
O árbitro da partida Hamilton da 3min de acréscimo e o primeiro tempo termina mesmo em 1 a 0 para o Garra.
Vem o segundo tempo e com o placar adverso o Vila Ferroviária de Becão não tem outra opção a não ser ir pra cima, e logo aos 4min Bajara chuta e obriga Peu a fazer boa defesa. O Garra começa apostar nos contra-ataque e aos 14min Cabelo rouba a bola e lança pra Marcos Canhoto, o atacante gira na frente de três marcador e com um toque sútil cobre o goleiro mais a bola bate no travessão evitando aquilo que seria um golaço.
O Vila Ferroviária ver o tempo passar e começa a sentir o desgaste do jogo, e começa a lançar a bola na grande área mais sem perigo para o goleiro Peu.
Aos 37min Jailson que entrou no lugar de Marco Canhoto bate escanteio Fernandinho pega de primeira e antes da bola pegar no chão acerta um chute no ângulo indefensável marcando um golaço, talvez o gol mais bonito da competição um verdadeiro gol de placa, a torcida vai a loucura.
O Vila Ferroviária não desiste e aos 40min em jogada individual seu atacante da um drible desconcertante no zagueiro o famoso drible da vaca dentro da grande área e chuta por cima do gol, seria um golaço um gol para coroar a ótima campanha do Vila Ferroviária na competição.
O jogo chega nos minutos finais, já não existe mais esquema tático é o jogo passa a ser ataque contra defesa, a torcida já não aguenta mais e pede o fim do jogo. O árbitro da 5min de acréscimo, foi os 5min mais longo do Garra Corinthiana que não via a hora de gritar é Campeão. Não a tempo pra mais nada e Hamilton apita o fim do jogo, Adalton Presidente do Garra, já não segura a emoção e às lágrimas escorrem no seu rosto, é o choro da alegria o choro do dever cumprido é o choro da consagração, enfim O Garra Chegouuuuuuuu!!!!
(*) Esse é o tipo do jogo que não me canso de dizer - muito melhor do que muitos que vemos via TV -, não fui mas vê um Canhoto ainda jogando um bolão, Fernandinho esse é craque, o Marcelo do Becão zagueirão puxa ao irmão, enfim, acabei me rendendo à bela postagem do amigo Dedel.
Fonte/Texto.: dedel


Nenhum comentário

Postar um comentário