Enfermeira sofre aneurisma, entra em coma e família luta para interná-la

Nenhum comentário


Os familiares da enfermeira Elzi da Silva dos Santos(foto), 53 anos, estão desesperados e lutando contra o tempo para salvar a vida dela. A mulher teve um aneurisma cerebral, no último dia 26, e se encontra em coma, internada na cidade de Cacoal, interior de Rondônia. Ela é de Ouro Preto do Oeste e trabalha no Hospital Laura Maria Braga, localizado na mesma cidade.



O drama de Elzi e da família é conseguir uma transferência para a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital de Base, em Porto Velho. Na capital, será feita uma cirurgia de urgência que poderá reverter o quadro em que ela se encontra.



A sobrinha de Elzi, Sheliane Nascimento, que está acompanhando toda a situação da tia, afirmou que eles estão travando uma guerra contra o relógio. Inclusive, já acionaram a Justiça pedindo uma vaga na UTI.



“Cada hora que passa a chance de vida dela é menor. Ela pode ficar em coma para sempre ou ter diversas sequelas que vão de leves a graves. Não nos dão retorno. Já estamos no terceiro dia e entramos no Ministério Público pedindo a vaga, pois, se não tem vaga no público o estado pode pagar uma vaga em particular”, disse.



Sheilane disse também que apesar da resposta positiva por parte do MP exigindo que fosse feita a internação de Elzi, no Hospital de Base, não houve qualquer manifestação por parte da direção do estabelecimento médico.



“Não conseguimos falar com ninguém. Nem assessor, nem político ou diretor do Hospital de Base, nem nada. Sei que depois da morte dela, eles vão lamentar, virará notícia. Mas nós não queremos isso, precisamos salvá-la”, finalizou.





A família de Elzi Dias mostrou o pedido de internação dela na UTI do Hospital de Base, em Porto Velho, mas apesar disso não obtiveram resposta e a ela corre risco de morte.



Fonte: Rondoniaovivo


Nenhum comentário

Postar um comentário