ACAFF ajuda meninas conquistarem o sonho de jogar futebol

Nenhum comentário
(Foto: Divulgação)


A ACAFF - Academia de Futebol Feminino é um projeto social sem fins lucrativos, que visa ajudar a desenvolver e difundir a prática do futebol entre o público feminino. A academia oferece aulas gratuitas para meninas e mulheres que queiram praticar o futebol, seja por hobby ou como esporte. Criada em 2016, a ACAFF é hoje um dos maiores projetos sociais do País. Atende cerca de 260 meninas, boa parte delas moradoras do Grande ABC e de regiões vizinhas.

Fundada por Isaque Guimaraes, que há mais de 12 anos vivencia o mundo do futebol, a ACAFF nasceu da sua vontade de fazer algo pela modalidade, que infelizmente tem pouca visibilidade no país e pouquíssimas opções para meninas e mulheres que querem jogar bola. Atualmente, a ACAFF atende meninas desde os 7 anos de idade e possui categorias Sub 9/ 11/ 13/ 15/ 17/ 20 e adulta, sem limite de idade.  “Eu dava aulas para meninos em São Bernardo do Campo, até que a chegada de uma garota mudou tudo. Ela nos procurou dizendo que nunca havia praticado futebol por não encontrar lugares para jogar. Eu comecei a trabalhar com ela e vi que tinha um enorme potencial, tanto que passou em uma avaliação no Santos e desde então me dedico ao futebol feminino”, explica.

As aulas acontecem no município de São Bernardo do Campo. Por se tratar de um projeto sem fim lucrativos, as aulas são totalmente gratuitas. A equipe de profissionais que ministra as atividades às meninas e mulheres atendidas, composta por 06 pessoas, é formada, em sua totalidade, por voluntários. Os materiais de treino, inscrições em campeonatos externos, internos, festivais, amistosos, uniformes, kit de primeiros socorros, entre outros itens necessários, são adquiridos a partir de doações dos pais, de atletas, parceiros e patrocinadores. “Contamos com a ajuda dos pais, que trabalham em diversas áreas e que nos ajuda e nos orienta em nossa missão de tornarmos a ACAFF em uma ONG. Nosso sonho é conquistar um parceiro ou patrocinador que nos ajude financeiramente, de maneira contínua. Assim, poderíamos promover ainda mais melhorias nos treinamentos oferecidos pela nossa equipe”, avalia Guimarães.

A Secretaria de esportes da cidade colabora com a entidade concedendo e autorizando o uso do espaço do Clube Recreativo Esportivo Cultural Baetinha (CREC) para que as atividades sejam desenvolvidas. Guimarães realiza as aulas aos sábados e às quartas-feiras.


Nenhum comentário

Postar um comentário