Milionário acusado de pedofilia comete suicídio na prisão

Nenhum comentário
Jeffrey Epstein, milionário americano acusado de tráfico sexual de menores, foi encontrado morto em sua cela na prisão de Manhattan.
O momento exato da morte do milionário e as circunstâncias ainda não foram esclarecidos, mas a imprensa internacional cita aparente suicídio.
Sua morte acontece menos de três semanas após  ele ter sido encontrado ferido em sua cela com marcas no pescoço e suposta tentativa de suicídio. Na ocasião, ele recebeu atendimento médico e voltou para Metropolitan Correctional Center, onde aguardava julgamento.
O empresário de 66 anos é acusado de ter abusado de meninas de 14 anos e de operar uma rede de exploração sexual de menores. Ele foi preso pela polícia americana em 8 de julho.
Segundo a acusação, entre 2002 e 2005, ele pagava centenas de dólares em dinheiro para meninas irem até suas casas de luxo, em Nova York e na Flórida, e realizarem atos sexuais, ou para recrutar outras menores com a mesma finalidade.

Fonte:Portal CM7




Nenhum comentário

Postar um comentário