Taxista que estava há 2 horas no ponto simula ataque cardíaco pra não fazer corrida que valeria pouco

Nenhum comentário

Com o aumento da concorrência para os taxistas, eles estão precisando adicionar novas coisas em seus currículos, incluindo o teatro. Um taxista da empresa 13 Cabs estava em seu ponto no aeroporto de Sydney, na Austrália, quando uma mulher se aproximou pra pegar uma viagem.










Porém, assim que descobriu que a corrida seria muito pequena e que ganharia muito pouco com ela, o motorista teve um ataque cardíaco, ou pelo menos quis ter e encenou um.

O taxista chegou a aceitá-la no carro e dirigir um pouco, e só então perguntou pra onde ela iria. Ao saber da péssima notícia, parou o carro no acostamento e desceu pra começar sua performance dramática.

Percebendo a farsa, a passageira começou a filmar enquanto o motorista diz: "você está frustrada comigo. Eu vou pro hospital e vou tomar remédio. Não posso continuar dirigindo". Ela então disse que não poderia ser largada no meio do nada, e ele disse que se continuasse dirigindo, poderia bater o carro.

"Você disse que queria desligar o taxímetro pra cobrar mais porque não poderia aceitar tão pouco, eu recusei e agora você está fazendo isso". Nesse momento ele ajoelha no chão com a mão no peito. Ela diz: "você vai ganhar um Oscar por isso".

Stuart Overell, responsável pela empresa, disse que o taxista foi demitido. "Ele deve procurar uma carreira como ator, porque como taxista não terá mais uma", afirmou. Ele alegou que estava há duas horas no ponto, mas isso não foi o suficiente pra mantê-lo no emprego.


Fonte: Metro UK



Nenhum comentário

Postar um comentário