Mulher que acusa Neymar de estupro, diz que craque ignorou apelo e forçou ato sexual sem camisinha

Nenhum comentário

A mulher que acusa o jogador Neymar de estupro concedeu entrevista ao jornalista Roberto Cabrini, do SBT, nesta quarta-feira, 5. Durante a entrevista exclusiva exibida no jornal “SBT Brasil”, a modelo e estudante Najila Trindade Mendes de Souza (que acusa Neymar de estupro) manteve a acusação de que teria sido estuprada e revelou que foi agredida por Neymar em um hotel em Paris, no dia 15 de maio. “Fui vítima de estupro. Agressão juntamente com estupro”, declarou a jovem ao repórter Roberto Cabrini. 

Najila, disse que conheceu Neymar pelas redes sociais, e que tinha o desejo de fazer sexo com o jogador, porém, na hora da relação sexual, Neymar não tinha o preservativo. Ela recusou fazer sexo sem a camisinha. Neymar, segundo ela, não gostou da recusa, e começou a bater violentamente em sua bunda.

Para a jovem, o momento em que Neymar se tornou agressivo, foi quando ela perguntar se ele tinha levado preservativo, ele falou que não, e ela disse que não ia fazer sexo sem camisinha.

"Eu perguntei: Você trouxe preservativo? Ele disse que não. Então eu falei que não iria acontecer nada ali naquele momento. Aí ele me virou de costas e começou o ato, eu pedi para ele parar e ele continuou batendo na minha bunda, violentamente".

Segundo Najila Trindade, ela pediu para o jogador parar o ato sexual, mas que ele não parou e cometeu o estupro.

"Ele me virou, cometeu o ato, e eu pedi para ele parar. Enquanto ele cometia o ato, ele continuava batendo na minha bunda violentamente. Eu virei depois, tudo muito rápido, em questão de segundos, depois me virei. Eu falei 'para, para, não'. Eu falei. Ele não se comunicava muito, ele só agiu", disse.

Na entrevista ao SBT, a modelo contou detalhes do abuso. “Quando ele me virou, ele já foi cometendo o ato, ele não entrou em um acordo. Ele tinha entendido que não iriamos além daquilo que estávamos fazendo. Ele me segurou violentamente, me batendo, me obrigando a ficar lá. Foi sem preservativos que aconteceu a relação sexual. Quando saí da cama, fui pro banheiro, não acreditei. Foi uma decepção. Não consegui falar, xingar, nada. Só fiquei em estado de choque. Depois, ele levantou, foi para o banheiro e, quando entrou por uma porta, eu saí pela outra. Porque primeiro que tive que assimilar tudo. Todo o acontecimento. Quando ele saiu do quarto, eu comecei a entender tudo que aconteceu comigo e como ele foi estúpido, como foi ruim, como me violou e violentou”, disse Najila, que confirmou que suas passagens e a hospedagem no hotel onde os dois se encontraram foram pagas por Neymar. 

“Ele (pagou a passagem). Ele (do hotel). Era intuito sexual, desejo meu, ficou até claro isso para ele. Eu fui com a passagem. Levei (dinheiro meu). Fui com expectativa de ficar, encontrar com ele e realizar um desejo meu. Obviamente, sim, estava preparada (para a relação sexual), revelou a modelo, que negou caso extorsão e quer justiça.






Nenhum comentário

Postar um comentário