Gatinho russo amputado é o 1º do mundo a ganhar 4 patinhas biônicas de titânio feitas em impressora 3D

Nenhum comentário

O gatinho Ryzhik foi abandonado na Sibéria e teve que suportar temperaturas de -40ºC. O corajoso gato sobreviveu, mas as suas patinhas congelaram e tiveram que ser amputadas. Normalmente gatos que chegam nesse nível levam uma injeção letal, mas um casal russo não permitiu que isso acontecesse, e financiou a salvação desse gato.










O casal achou o gato e levou-o a uma clínica veterinária em Novosibirsk, na Rússia, especializada em próteses. Usando tomografias sofisticadas e uma impressora 3D, o veterinário Sergey Gorshkov criou uma patinha biônica de titânio que tem uma parte esponjosa pra que o tecido ósseo do felino assimile a patinha de titânio. como uma verdadeira pata. disse ao Siberian Times: "Ele é o primeiro do mundo a receber patinhas biônicas cirurgicamente implantadas que foram feitas numa impressora 3D".







Fonte: Siberian Times


Nenhum comentário

Postar um comentário