Cazaquistão começará castração de 2.000 pedófilos condenados

Nenhum comentário

O governo do Cazaquistão anunciou que dará início à castração química de 2.000 pedófilos condenados após a compra das injeções. O primeiro a ser castrado será um homem da região do Turquestão após a alocação de fundos que o presidente Nursultan Nazarbayev aprovou.











"Tivemos uma requisição para o início das castrações químicas de acordo com uma decisão dos tribunais", disse o ministro da saúde Lyazat Aktayeva. "Recebemos o financiamento para mais de 2.000 injeções", completa.

O procedimento envolve o uso de componentes químicos que "desativam" os testículos e eliminam a libido. O nome do remédio é Cyproterona, também usado pra combater o câncer. Diferentemente da castração cirúrgica, o procedimento não remove os órgãos. Um pedófilo condenado pode pegar 20 anos de prisão no país, e se passarem pelo procedimento, podem ter uma redução da pena.

Além do Cazaquistão, a Polônia, a Indonésia e a Coreia do Sul já aprovaram o procedimento.

Fonte: Daily Mail


Nenhum comentário

Postar um comentário