Bolsonaro permanece em silêncio sobre mensagens e condecora Moro em evento

Nenhum comentário
Foto: Divulgação / Ministério da Justiça
O presidente Jair Bolsonaro manteve o silêncio nesta terça-feira (11), após primeira reunião com o ministro Sergio Moro (justiça), depois de ter mensagens vazadas.

Eles conversaram por cerca de 20 minutos no Palácio da Alvorada e foram juntos num barco para cerimônia da Marinha, onde o ex-juiz foi condecorado pelo presidente, revela a Folha de São Paulo.

Bolsonaro vem mantendo distanciamento sobre o vazamento de uma troca de mensagens entre Moro e procurador da República Deltan Dallagnol, quando ambos atuavam na Operação Lava Jato. O conteúdo, divulgado no domingo (9) pelo site The Intercept Brasil, mostra uma troca de colaborações entre eles.

O ministro ficou ao lado do presidente durante quase uma hora, enquanto participavam da comemoração aos 154 anos da batalha do Riachuelo. Na saída, os dois evitaram falar com a imprensa.

Depois da cerimônia, Moro foi do evento ao Congresso almoçar com parlamentares de centro, filiados a legendas como DEM (6), PL (ex-PR) (2) e PSC (1).

Alguns requerimentos foram apresentados  para que ele seja convocado e preste esclarecimentos. Parte da oposição quer abrir uma CPI (comissão parlamentar de inquérito).A instalação da CPI, no entanto, não é consenso. Senadores do PT dizem que preferem esperar o que mais vai aparecer e, além disso, qurem focar em outra comissão que deve ser criada para apurar fake news nas eleições de 2018.

Na segunda (10), o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, descartou a possibilidade de demissão de Moro do Ministério da Justiça."Jamais foi tocado nesse assunto", afirmou ao ser questionado sobre a possibilidade de Moro deixar o cargo.

Do BN

Nenhum comentário

Postar um comentário